sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Sera?Advogado da Procuradora-Geral da Assembleia garante inocência

A procuradora-geral da Assembleia Legislativa, Rita das Mercês Reinaldo, nega participação em esquema fraudulento dentro do Poder Legislativo, investigado pela operação Dama de Espadas. Em contato com a reportagem da Tribuna do Norte, o advogado da servidora pública, Flaviano Gama, que foi presa ontem (20), garante que ela é inocente e que não caberia a ela fazer nomeações dentro da Assembleia.
Segundo o advogado, Rita das Mercês afirma que o Ministério Público demonstrou desconhecimento sobre os trâmites administrativos na Assembleia e que não está comprovada a existência de funcionários “fantasmas” nos quadros da Casa. Além disso, o advogado explica que não seria da competência da procuradora-geral a interferência na folha de pagamento do Poder Legislativo.