quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Juiz concede liberdade a mulher suspeita de mandar matar mãe no RN

   A Justiça do Rio Grande do Norte expediu nesta terça-feira (4) um alvará de soltura para Taliany Lourenço, de 22 anos, suspeita de ser mandante do assassinato da mãe em Macaíba, na Grande Natal. A jovem foi presa no último sábado (1) durante as investigações sobre a morte de Normalice de Freitas Lourenço, de 41 anos, assassinada a golpes de marreta na última quinta-feira (30).

Na decisão, o juiz Felipe Luiz Machado Barros argumenta que a suspeita não possui mandado de prisão em aberto e nem antecedentes criminais. Questionada sobre a participação dela na morte da mãe, Taliany culpou o pedreiro Geraldo José Amaro do Nascimento, de 41 anos, preso como responsável pelo assassinato.

"Matou minha mãe porque entreguei ele à polícia. Encontrei minha mãe morta", disse a jovem no sábado em entrevista à Inter TV Cabugi antes de chegar na unidade prisional onde está custodiada. A liberação deve acontecer nesta quarta-feira (5).