quinta-feira, 27 de novembro de 2014

ESCOLA ESTADUAL FECHA NO RN POR TEMPO INDETERMINADO APÓS AMEAÇA DE MORTE A FUNCIONÁRIO


A Escola Estadual Jerônimo Vingt Rosado Maia, no conjunto Vingt Rosado, está fechada por tempo indeterminado depois de vandalismo e ameaças feitas a funcionários da instituição de ensino fundamental. Segundo um dos funcionários que não quis se identificar, o ato teria ocorrido na madrugada desta terça-feira, 25.
Ele explicou que na noite da última segunda-feira, 24, tudo estava normal e quando chegaram à manhã desta terça encontrou frases de ameaças de morte e de uma facção organizada de uma torcida de um clube de futebol do município, lâmpadas quebradas e lixo por algumas partes do colégio.
“Eu acredito que este ato de vandalismo tenha ocorrido na madrugada de hoje (terça) e por pessoas que sabem o dia-a-dia da escola porque ontem deixamos a escola normal e quando chegamos encontramos tudo isso aqui. Nós já entramos em contato com a Polícia que olhou e foi embora. Todos nós aqui estamos assustados com tudo isso devido ter ameaças de morte a funcionários”, disse.
A direção entrou em contato com a 12ª Dired que ordenou o fechamento da escola e a suspensão das aulas para os mais de 700 alunos dos três turnos da escola. A direção ainda informou a diretora do órgão, Magali Delfino, vai visitar o colégio na manhã desta quarta-feira, 26. “A escola está fechada até 2ª ordem. Nós já entramos em contato com a 12ª Dired e a professora Magali disse que vai visitar o colégio nesta quarta devido não estar na cidade”.
Ainda foi dito pelo funcionário que no período da tarde é o mais perigoso para todos que ali frequentam, estudam ou trabalham e que esta situação foi a primeira vez que eles encontraram.“Pela manhã e noite temos uma tranquilidade maior para realizarmos nossas atividades. Porém, o período da tarde é que acarreta uma maior preocupação de todos, pois diversas pessoas suspeitas ficam nas proximidades da escola. Algumas vezes essas pessoas não respeitam os funcionários que ficam na entrada do colégio e simplesmente os ignoram e entram nas dependências da escola”.
Os funcionários pedem agilidade dos órgãos competentes para tentar solucionar este problema na escola, pois eles já não sabem mais o que fazer e o que pensar devido a toda esta situação vivida. “Está muito perigoso. Não sabemos mais o que fazer. Clamamos por segurança”, finalizou.
A Escola Estadual Jerônimo Vingt Rosado Maia funciona nos três turnos, sendo que no período matutino atende os alunos  de 1º ao 5º, no vespertino, do 6º ao 9º ano, e à noite atende aos alunos do EJA.
FONTE: DO JORNAL DE FATO