quinta-feira, 13 de novembro de 2014

DENTISTA É PRESA EM FLAGRANTE POR DISTRIBUIR ARMAS EM SEU CONSULTÓRIO

Uma dentista de 26 anos foi presa em flagrante na última terça-feira em Curitiba por distribuição de armas dentro do próprio consultório, em Curitiba. Segundo informações da Polícia Civil, a odontóloga Marina Stresser e seu comparsa Ronaldo de Souza Araújo, 25 anos, foram abordados em um veículo na garagem do consultório de Marina, no baixo Xaxim, no momento em que ele iria entregar uma espingarda calibre 12 e uma pistola 9 milímetros municiada para a mulher.   Logo após a abordagem, a polícia encontrou 30 munições de fuzil dentro do consultório da mulher. Na casa da dentista, no mesmo bairro, foram encontrados uma submetralhadora 9 milímetros, um carregador municiado com munições de 9 milímetros, 1,3 quilos de crack, 2 quilos de maconha e uma balança. Em outra casa mantida por ela, em Campo do Santana, foram encontrados mais 13,5 quilos de maconha, uma balança de precisão e 4 munições calibre 38.
De acordo com a delegada Camila Ceconello, da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), a dentista começou a ser investigada após denúncias de que ela guardava armas de grosso calibre em seu consultório. “A denúncia também dizia que ela contava com o auxílio de Roni (apelido de Ronaldo), que costumava fazer algumas entregas de drogas para ela, além do transporte de armas”, disse a delegada.
Com a informação privilegiada de mais uma entrega de armas, a polícia preparou uma tocaia e flagrou a ação criminosa. “Assim que Marina foi até o veículo, os policias fizeram a abordagem e em revista ao automóvel localizaram uma espingarda calibre 12 no porta-malas, além de uma pistola 9 milímetros municiada, escondida na parte traseira do banco do passageiro”, contou a delegada.
“No total apreendemos uma submetralhadora Calico 9 milímetros, uma espingarda semiautomática calibre 12, L. Franchi, uma pistola 9 milímetros Cherokee com numeração raspada, uma pistola 9 milímetros, Read Warning, uma garrucha calibre 22, 72 munições, sendo 30 munições para fuzil calibre 7.62, 28 munições calibre 9 milímetros e 4 munição calibre 38, 15,5 quilos de maconha, 1,35 quilos de crack e duas balanças de precisão”, disse.
A dupla foi autuada por porte ilegal de arma de uso restrito. Marina também foi autuada por tráfico de drogas. Segundo a polícia, Ronaldo já tinha antecedentes criminais por receptação.
FONTE: TERRA